| 
  • If you are citizen of an European Union member nation, you may not use this service unless you are at least 16 years old.

  • Get control of your email attachments. Connect all your Gmail accounts and in less than 2 minutes, Dokkio will automatically organize your file attachments. You can also connect Dokkio to Drive, Dropbox, and Slack. Sign up for free.

View
 

Carol 6ºA Mini texto livre:O micro portal

Page history last edited by 6A Carolina 9 years, 7 months ago

O micro portal

       Sabem onde é que um micróbio faz surf? No micro ondas!

       Isto lembrar-me uma história muito engraçada! Yes! Já tenho assunto para falar com vocês!

       Ok vamos lá: Num dia de Inverno muito frio, uma menina levantou-se da cama a tremer e foi fazer um chocolate quente. Quando ia pôr a caneca com o leite dentro do micro-ondas estava tão ensonada que clicou em todos os botões menos no de aquecer. Quando a porta abriu colocou o leite lá dentro e fechou a porta…. De repente ele parou, ela foi ver se estava ligado á ficha……………e, qual não foi o seu espanto quando viu que estava, voltou a abrir o micro ondas e viu que estava uma barata sentada numa mesa de café a ler o jornal do Expresso e a beber leite com chocolate numa caneca igualzinha á que ela tinha posto no micro ondas! Ela assustou-se tanto que fechou rapidamente a porta, esfregou os olhos e voltou a abrir, mas desta vez, ela foi puxada para dentro e a porta fechou-se imediatamente.

      Quando ela cai em si estava super minúscula dentro do micro ondas, uma mão poisou por cima do ombro dela e quando olhou estava a mesma barata que tinha bebido o cacau a dizer-lhe:

-Olá eu sou a Barata Tonta

-Não pode ser… eu…eu estou…a…a… sonhar!!!!!!!!!!! – disse ela

-Ai estás…???- disse a barata

       E no meio do escuro aparece uma joaninha a dizer:

-Oi! Eu sou a Pintas e desculpa a minha amiga…mas ela não tem …Cérebro…Bem! O mais importante agora é: De que raça é que tu és?

A barata vira-se e diz-lhe:

-Eu posso não ter cérebro! Mas uma coisa eu sei!!! Ela não parece-se com um insecto!

-Na realidade não se parece sim, mas mais vale perguntar do que não saber!

-Parem maze com isso!!! Eu não sou um insecto!!! Eu venho da rua Beatriz Costa nº 226 2º direito!!!!!!!- exclamou ela – só quero acordar e fazer as coisas que normalmente faço ok???!!!

A joaninha começou a sondá-la:

- Espera ai…! Disseste que vivias na rua Beatriz Costa nº 226 2º direito??????!!!!!!!!!!! ÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁ!!!! UMA HUMANA!!!!!!!!!!!!

- O que é uma “Hunama”?- perguntou a barata tonta

- Eu esperava que dissesses isso!!! Não tenho tempo para te explicar vamos temos que fugir da aqui!!!!!!!!!!!!

A miúda assustada como tudo começou a falar:

-Sim pois sou!!! Mas agora ajudem-me a sair daqui para poder voltar a ser eu e ter o meu tamanho normal!!!

A Pintas recuperou o folgo e começou a dizer:

- Ok… eu faço isso mas é apenas porque não quero que comas os meus olhos como se fossem gomas!!!

-Que nojo…-disse !!!

-EU SEI! É POR ISSO QUE EU TENHO MEDO DE TI!- disse a Pintas - ok…se queres sair daqui vais ter que me seguir e tu também barata tonta! Se te deixo sozinha durante 2 minutos arranjas logo confusão!!!

-Não é justo…-disse a barata

-O que não é justo é andar a comer os cereais dos humanos

-HÁ HÁ ESSES “HUNAMOS”! Essa teve mesmo graça! Nem sequer notaram que tinha sido eu!!!

A rapariga olhou para a barata e disse:

-FOSTE TU??????!!!!!!!

A barata começou a entrar em pânico e disse:

-A ideia foi…foi… FOI DA PINTAS!!! ELA É QUE ME OBRIGOU!!!

-EI!!!!!!!!-disse a joaninha

-Vocês querem parar com isso e mostrarem-me o caminho?!

-Com muito gosto!!!- respondeu a joaninha

A Pintas começou a andar até chegarem á porta, elas eram tão pequenas que conseguiram passar pelo lado da porta mesmo com ele fechada,  depois a Pintas disse:

-Muito bem… para teres ficado tão minúscula tiveste que digitar um código nos botões do micro ondas, quais foram?

-Sei lá!

-Perfeito agora vamos ter que falar com o sábio Gorgulho!!!- disse a barata

A Pintas e a rapariga começaram a olhar para ela com um ar de espanto:

-Que é? Posso não saber praticamente nada mas sei quem é o sábio!

A Pintas abanou a cabeça e disse:

-Ok…passamos a noite aqui na fruteira e nada de comer a fruta dos humanos!

-Ohhh… não é justo! – disse a barata

De manhã a miúda acordou e a Pintas disse-lhe:

-Acorda bela adormecida, o sábio mora no vaso da sala

E lá foram elas a caminho……

Quando chegaram á sala e encontraram o sábio este começou a falar sem que lhe explicassem o que vinham dizer:

-O código esta aqui nesta folha sigam as instruções letra a letra e não deixem a barata comer a folha

-Como sabia que vinha-mos pedir isso? - perguntou a joaninha

-Simples! Chamam-me sábio por alguma razão não achas?

-Pois… tem a sua lógica - disse a barata

-Mais alguma coisa?

-Sim – disse a Pintas – queria-mos saber se…

-Há outro atalho para o portal? É fácil aqui têm o mapa

-Voltou a fazê-lo! Você lê os pensamentos ó quê?

- É como eu disse: chamam-me sábio por alguma razão

- Ok vamos pôr-nos a andar! - disse a rapariga

Quando chegaram ao micro ondas a Pintas disse:

-Barata vai buscar uma caixa

Quando ela voltou, a joaninha pôs-se em cima da caixa e digitou o código, a porta abriu-se e chupou a rapariga, que quando saiu do portal sentiu uma outra mão no seu ombro, olhou para trás e era a sua mãe a “dizer-me”:

-Bom dia.

Fim

 

Comments (0)

You don't have permission to comment on this page.